Dicionário de termos técnicos

O presente glossário objetiva apoiar os participantes dos cursos a partir de termos técnicos encontrados nos conteúdos.



Navegar usando este índice

Especial | A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z |

Página: (Anterior)   1  2  3  4  5  6  7  8  (Próximo)

E

ELEMENTOS DE INVESTIGAÇÃO

Fatos, condições e situações observadas e consideradas como de interesse para avaliação e análise em uma investigação de uma ocorrência aeronáutica.

ELO-SIPAER

Órgão, setor ou cargo, dentro da estrutura das organizações, que tem a responsabilidade no trato dos assuntos de segurança de voo no âmbito do SIPAER.

ELT

EmergencyLocatorTransmitter– Transmissor Localizador de Emergência

EMAER

Estado Maior da Aeronáutica.

EPI

Equipamento de Proteção Individual

ESTADO DA OCORRÊNCIA

País em cujo território o acidente ou incidente ocorreu.

ESTADO DE FABRICAÇÃO

País que tem jurisdição sobre a organização responsável pela montagem final da aeronave.

ESTADO DE PROJETO

País que tem jurisdição sobre a organização responsável pelo projeto da aeronave.

ESTADO DE REGISTRO

País no qual a aeronave está registrada (matriculada).


NOTA - No caso do registro de aeronaves de uma agência de operação internacional em uma base não nacional, os Estados que constituem a agência são solidariamente obrigados a assumir as obrigações que, nos termos da Convenção de Chicago, atribuem a um Estado de registro. Veja, a este respeito, a Resolução do Conselho, de 14 de dezembro de 1967, sobre nacionalidade e registro de aeronaves operadas por agências operacionais internacionais, que podem ser encontradas em Política e Material de Orientação sobre o Regulamento Econômico de Transporte Aéreo Internacional (Doc. 9587).

ESTADO DO OPERADOR

País no qual se encontra a sede principal do operador ou, não havendo uma sede, aquele no qual o operador possui residência permanente.

F

FATOR CONTRIBUINTE

Ação, omissão, evento, condição ou a combinação destes que, se eliminados, evitados ou ausentes, poderiam ter reduzido a probabilidade de uma ocorrência aeronáutica, ou mitigado a severidade das consequências da ocorrência aeronáutica. A identificação do fator contribuinte não implica presunção de culpa ou responsabilidade civil ou criminal.

FATORES HUMANOS

 Fatores Humanos diz respeito às pessoas em suas condições de vida e de trabalho; à sua relação com as máquinas, com procedimentos e com o meio relacionado a elas; e também, sobre as suas relações com outras pessoas.
Trata da adaptação do ambiente de trabalho às características, habilidades e limitações das pessoas, com vistas ao desempenho eficiente, eficaz, confortável e seguro das suas tarefas.

FCA

Folheto do Comando da Aeronáutica

FDR

Gravador de Dados de Voo – (Flight Data Recorder)

FIR

Região de Informação de Voo

FIS

Serviço de Informação de Voo

FOD

Dano por Objeto Estranho (Foreign Object Damage)

FPV

Ficha de Progressão de Voo

G

GCC

Grupo de Comunicações e Controle

GEIV

Grupo Especial de Inspeção em Voo


Página: (Anterior)   1  2  3  4  5  6  7  8  (Próximo)